segunda-feira, janeiro 28, 2008

Photobucket

A flor da honestidade


Conta-se que por volta do ano 250 a.c, na China antiga,

um príncipe da região norte do país,

estava às vésperas de ser coroado imperador,

mas, de acordo com a lei, ele deveria se casar.

Sabendo disso, ele resolveu fazer uma "disputa"

entre as moças da corte ou quem quer que

se achasse digna de sua proposta.

No dia seguinte, o príncipe anunciou que receberia,

numa celebração especial,

todas as pretendentes e lançaria um desafio.

Uma velha senhora, serva do palácio há muitos anos,

ouvindo os comentários sobre os preparativos,

sentiu uma leve tristeza,

pois sabia que sua jovem filha

nutria um sentimento de profundo amor pelo príncipe.

Ao chegar em casa e relatar o fato à jovem,

espantou-se ao saber que ela pretendia ir à celebração,

e indagou incrédula :

- Minha filha, o que você fará lá?

Estarão presentes todas as mais belas ricas moças da corte.

Tire esta idéia insensata da cabeça,

eu sei que você deve estar sofrendo,

mas não torne o sofrimento uma loucura.

E a filha respondeu :

- Não, querida mãe, não estou sofrendo e muito menos louca,

eu sei que jamais poderei ser a escolhida,

mas é minha oportunidade de ficar pelo menos alguns

momentos perto do príncipe, isto já me torna feliz.

À noite, a jovem chegou ao palácio.

Lá estavam, de fato, todas as mais belas moças,

com as mais belas roupas, com as mais belas jóias

e com as mais determinadas intenções.

Então, finalmente,

o príncipe anunciou o desafio :

- Darei a cada uma de vocês, uma semente.

Aquela que, dentro de seis meses, me trouxer a mais bela flor,

será escolhida minha esposa e futura imperatriz da China.

A proposta do príncipe não fugiu às profundas tradições daquele povo,

que valorizava muito a especialidade de "cultivar" algo,

sejam costumes, amizades, relacionamentos etc...

O tempo passou e a doce jovem,

como não tinha muita habilidade nas artes da jardinagem,

cuidava com muita paciência e ternura a sua semente,

pois sabia que se a beleza da flor surgisse na mesma extensão de seu amor,

ela não precisava se preocupar com o resultado.

Passaram-se três meses e nada surgiu.

A jovem tudo tentara,

usara de todos os métodos que conhecia,

mas nada havia nascido.

Dia após dia ela percebia cada vez mais longe o seu sonho,

mas cada vez mais profundo o seu amor.

Por fim, os seis meses haviam passado e nada havia brotado.

Consciente do seu esforço e dedicação

a moça comunicou a sua mãe que,

independente das circunstâncias retornaria ao palácio,

na data e hora combinadas,

pois não pretendia nada além de mais alguns

momentos na companhia do príncipe.

Na hora marcada estava lá, com seu vaso vazio,

bem como todas as outras pretendentes,

cada uma com uma flor mais bela do que a outra,

das mais variadas formas e cores.

Ela estava admirada, nunca havia presenciado tão bela cena.

Finalmente chega o momento esperado

e o príncipe observa cada uma das pretendentes

com muito cuidado e atenção.

Após passar por todas, uma a uma,

ele anuncia o resultado e indica a bela jovem como sua futura esposa.

As pessoas presentes tiveram as mais inesperadas reações.

Ninguém compreendeu porque ele havia escolhido

justamente aquela que nada havia cultivado.

Então, calmamente o príncipe esclareceu:

- Esta foi a única que cultivou a flor que a tornou

digna de se tornar uma imperatriz.

A flor da honestidade,

pois todas as sementes que entreguei eram estéreis.

A honestidade é como uma flor tecida em fios de luz,

que ilumina quem a cultiva e espalha claridade ao redor

- Que esta nos sirva de lição e independente

de tudo e todas as situações vergonhosas que nos rodeiam ,

possamos ser luz para aqueles que nos cercam .

"Autor desconhecido"

Photobucket

Doces novidades vieram a voar de longe...

Apresento-vos a Julia Maria

a mais nova moradora do jardim das fadas

em minha casa...

Photobucket

Estas foram as prendas que recebi das queridas

amigas Ju e Mary

a quem eu agradeço todo o carinho e dedicação

espero que gostem da homenagem

a fadinha foi muito bem recebida e será muito feliz

perto das outras fadinhas que já cá moram rsrsrs

Photobucket

Presentes da semana

doces amizades...

Amiga querida Fabiana








Amiga Bella Nika



amiga Cinthia


mil beijos a todos

bom inicio de semana

6 comentários:

Cadinho RoCo

É por aí. A honestidade é virtude que exige coragem, desprendimento e confiança.
Cadinho RoCo

Raquel

Gostei mt da história, beijinho

Raquel

p.s: hje tou de parabens lol... vê o blog :P

isis morgana

Oi amiga!!!
Obrigada pela visita, eu adoro vir aqui! E també adorei essa lenda maravilhosa sobre a honestidade e humildade. Uma verdadeira lição. E eu adoro histórias.
Bem, quanto ao tempo que estive afastada dos meus rapazes, foi um bocado dificil, porque passou muito devagar e o que custa mais é a noite. Mas quando chegueio foi tão bom, ver a alegria nos olhos deles e o pequenito todo excitado que só me adormeceu muito depois da meia noite...rsss!
Agora está tudo bem. Espero que voçes também!
Beijos coroados de luz!!!

Bella

Olá amiguinha Sandy...
Muitos parabéns pelos presentinhos que você recebeu, desejo-lhe uma semana cheia de magia e alegria.
Beijokinhas da amiga Bella

Luny

Querida amiga tentei conversar com vc mais minha conexão caí toda hora rrrrrrrr, passa lá no meu cantinho e pega seu selinho de destaque e os mimos q fiz do carnaval e amizade.
Vc sabe né te doro....
Bjinhos mágicos em seu coração.